Publicado em: 29/09/2016 17h01 - Atualizado em 30/09/2016 18h23

Grupo Bonavita assume a Viação Indaiatubana

Aquisição da VB vale a partir de hoje; empresa tem 120 dias para estudo e acomodação de novas linhas

Adriana Brumer Lourencini
O grupo da Viação Bonavita (VB Transportes) acaba de fechar a compra da Viação Indaiatubana. O anúncio foi feito na última quinta-feira, em entrevista coletiva para imprensa, no gabinete do prefeito. Os novos proprietários assumem a partir de hoje.
A coletiva contou com as presenças do prefeito em exercício, Antonio Carlos Pinheiro (PTB); do diretor municipal de Transporte Coletivo, Sílvio Roberto Lima; do diretor-presidente do grupo VB, Belarmino da Ascenção Marta; e do diretor de departamento da empresa, Paulo Barddal.
Durante o encontro, o atual prefeito garantiu que a Bonavita assumiu o compromisso com o poder público de implementar medidas imediatas de melhorias solicitadas pelos usuários do transporte.
Belarmino Marta destacou que as mudanças não significam aumento nas tarifas ou na dispensa de funcionários. "Até mesmo o nome Viação Indaiatubana permanecerá o mesmo", salientou. "Mudar faz parte, mas tem que mudar para melhor", acrescentou, afirmando que, em termos de transporte, a VB possui bastante experiência. "Vamos procurar fazer o melhor para a população de Indaiatuba, por meio do comprometimento com a qualidade. Quanto à equipe de funcionários, esperamos que ela nos auxilie nas providências a serem tomadas, visando melhorias".
Mudanças
A Bonavita assume os negócios hoje, porém, as mudanças e adequações serão gradativas, em até quatro meses. "Abrimos o prazo de 120 dias para fazer o estudo e acomodação de novas linhas, além de outras providências mais urgentes", detalhou Pinheiro. "Essas medidas têm o objetivo de sanar problemas que já deveriam ter sido solucionados, mas estamos concluindo nosso plano de mobilidade e faremos outras alterações necessárias para que a estrutura de transporte realmente acompanhe o progresso da cidade. O transporte coletivo público de qualidade é um direito da população", completou o prefeito.
Barddal declarou que a VB irá investir R$ 6 milhões na aquisição de 20 ônibus zero quilômetro. Barddal declarou que a VB irá investir R$ 6 milhões na aquisição de 20 ônibus zero quilômetro. (Crédito: A. Lourencini)
(Belarmino Marta, Dr. Pinheiro e Barddal) - A prioridade do grupo VB é a substituição de nove ônibus de fabricação 2007 por modelos mais novos. (Belarmino Marta, Dr. Pinheiro e Barddal) - A prioridade do grupo VB é a substituição de nove ônibus de fabricação 2007 por modelos mais novos. (Crédito: A. Lourencini)

Prioridade da VB é a substituição de nove ônibus que passaram do prazo

Em sua fala, Barddal declarou que a prioridade do grupo VB é a substituição de nove ônibus de fabricação 2007 que se encontram com a idade máxima de cinco anos vencida, o que levou às multas aplicadas pela administração. "Já temos programado investimento de R$ 6 milhões para a aquisição de 20 ônibus zero quilômetro, no prazo de 120 dias. Porém, durante o período de negociações, identificamos a necessidade urgente de substituir nove veículos, muito antigos, que têm sido alvo de constantes reclamações da população", disse.
Quanto ao prazo das substituições, Barddal a-
crescentou que deverá ocorrer o mais rápido possível. "Os carros de 2007 serão trocados por veículos mais novos e, na sequência, faremos a renovação da frota, com os ônibus novos. Hoje, a frota de Indaiatuba opera em 26 linhas, com 62 veículos, com idade média de 5,3 anos; a idade exigida em contrato é de 5 anos, mas, a meta da VB é atuar com ônibus de, no máximo, três anos de circulação", salientou o diretor. Ele assegurou também que todos os ônibus terão elevadores para pessoas com necessidades especiais.
Comprometimento
Questionado sobre as multas aplicadas à Viação Indaiatubana, em virtude do não atendimento às exigências previstas em contrato, o prefeito foi categórico, e ressaltou que, caso não tenham sido pagas, serão executadas. "Se houve a compra da empresa, o passivo também está incluso; então, a empresa que comprou irá responder pelas multas", garantiu.
"Em toda transação deste porte, faz-se a análise de ativos e passivos e, após a análise de nossos técnicos, a diretoria do grupo decidiu que o jurídico e o financeiro virão até a Prefeitura para, juntos, iniciar as negociações em relação às multas", confirmou Barddal.
Antônio Pinheiro não revelou o total de multas acumuladas, tampouco se houve algum valor pago pelos antigos proprietários. "A venda da empresa não influencia em nada para a Prefeitura; não será necessário rescisão de contrato ou qualquer outra medida por parte do poder público, já que se trata apenas de uma negociação comercial entre empresas privadas. Nosso interesse é que os termos do contrato de prestação de serviços sejam cumpridos integralmente", declarou o prefeito.

Promessa era de levar empresa à dívida ativa

Como noticiou a Tribuna por diversas vezes, a Viação Indaiatubana seria enviada à dívida ativa pelo não pagamento das multas aplicadas pela Administração, acabando o prazo de todos os recursos pedidos pela empresa. Informações do Poder Público dão conta que essas multas ultrapassam o valor de R$ 1 milhão.
Em março deste ano, foi a última denúncia de que os veículos antigos continuavam a circular pelo município, mesmo com as punições à viação. Como publicado, apesar da substituição de oito ônibus realizada em outubro de 2015, a empresa continua mantendo veículos antigos em circulação.
Os carros fabricados em 2007 deveriam ter sido substituídos em julho do ano passado e, à medida que eles continuam nas ruas, a Prefeitura aplica multas diárias de R$ 500, por ônibus. Como noticiado em abril deste ano, o "prazo de validade" desses ônibus era de mais 120 dias, ou seja, eles podem rodar somente até outubro deste ano.

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • O LAR DAS CRIANÇAS PECULIARES
  • MEU AMIGO, O DRAGÃO
  • GÊNIOS DO CRIME
  • O BEBÊ DE BRIDGET JONES
  • CEGONHAS - A HISTÓRIA QUE NÃO TE CONTARAM
  • SETE HOMENS E UM DESTINO
  • TÔ RYCA
  • BRUXA DE BLAIR
  • PETS - A VIDA SECRETA DOS BICHOS
  • ANÔNIMO VENEZIANO
  • ÚLTIMOS DIAS NO DESERTO