Publicado em: 24/04/2017 15h06 - Atualizado em 27/04/2017 15h49

Primavera não entra em campo pela terceira rodada do Paulista

Fantasma deve ganhar três pontos e dividir liderança com Itararé

Anieli Barboni
Divulgação/Diadema Com portões fechados, Primavera e arbitragem foram proibidos de entrar no estádio
O Primavera não entrou em campo, literalmente, no jogo válido pela terceira rodada da 2ª Divisão do Campeonato Paulista de Futebol. O jogo não aconteceu porque o Água Santa, que disputa a Série A2 do Paulista, não permitiu que o Atlético Clube Diadema mandasse jogo no Estádio Distrital do Inamar na tarde de sábado, dia 22, assim como estava marcado pela Federação Paulista de Futebol (FPF). Com isso, a partida deve ser considerada como WO e o Primavera ganhar os três pontos.
Como relatado em súmula pelo árbitro Daniel Carlos Luciano Fernandes, a partida não aconteceu porque não houve liberação para acesso para as dependências do estádio. "Eu cheguei ao estádio às 12h30, onde já se encontrava o fiscal da partida, e fomos informados pelo responsável do estádio que não haveria a possibilidade de acesso às dependências para a realização da partida. Às 13h20, o supervisor da equipe do Diadema chegou ao estádio e nos informou que a equipe estava aguardando no Centro de Treinamento a liberação do estádio para que pudessem comparecer. A equipe do Primavera chegou ao estádio às 13h45 e entregou a relação nominal junto com a documentação necessária da partida e aguardaram até às15h15, quando foi entregue a sua via de comunicação de penalidades preenchidas e foi embora. Informo ainda que a equipe de arbitragem aguardou até às 15h30 a equipe do Diadema, que não apareceu", relatou.
De acordo com o presidente do Primavera, Eliseu Marques, a equipe não foi avisada antes do jogo sobre a proibição de usar o estádio. O caso ainda será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD).
Com o WO, o Primavera vai a 7 pontos e divide a liderança com o Itararé, que também tem 7 pontos. O Fantasma da Ituana joga no sábado, dia 29, às 15h, contra o Elosport. O valor do ingresso é R$ 10 inteira e R$ 5 meia-entrada.
Entenda
Segundo informações, o Diadema tinha autorização da Secretaria Municipal de Esportes da cidade e conseguiu um documento para disputar o jogo no Distrital do Inamar. Entretanto, o Água Santa, que disputa a Série A2 do Campeonato Paulista, fez reformas no estádio e um acordo com a prefeitura da cidade, para que o local fosse cedido ao Água Santa. Na primeira partida do Diadema como mandante, o jogo aconteceu no estádio. A diretoria do Água Santa, porém, alega que não foi procurada para a terceira rodada e fechou os portões do estádio com o intuito de preservar o gramado para seu próximo jogo.
Em sua página oficial na internet, o Diadema lamentou o ocorrido. "O Clube Atlético Diadema vem a público dizer que lamenta de forma veemente as atitudes e todo o ocorrido de hoje (dia 22) no Estádio Municipal do Inamar. A todos os torcedores do Diadema e aos torcedores e jogadores do Esporte Clube Primavera, agradecemos todo o apoio. Informamos que vamos tomar as devidas providências para o bem de ambas as equipes".

Resultados da 3ª rodada do Grupo 3

Guarulhos 2 x 3 Osasco
Diadema x Primavera (não teve jogo)
Elosport 1 x 0 São Bernardo
Barcelona 2 x 2 Itararé

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • GUARDIÕES DA GALÁXIA VOL. 2
  • VIDA
  • VELOZES E FURIOSOS 8
  • A CABANA
  • OS SMURFS E A VILA PERDIDA
  • O PODEROSO CHEFINHO
  • A BELA E A FERA
  • SILÊNCIO