Publicado em: 09/11/2017 12h23 - Atualizado em 14/11/2017 11h10

Trecho da Paula Leite com Rua dos Indaiás terá semáforo

Secretaria garante que o obelisco irá permanecer no local

Adriana Brumer Lourencini
Tribuna de Indaiá Além da instalação do farol, algumas ruas do entorno terão mãos de direção alteradas
Na última quarta-feira, a Secretaria Municipal de Obras e Vias Públicas (Semop) deu início às obras de reformulação de trânsito na rotatória da Avenida Francisco de Paula Leite e a Rua dos Indaiás. Segundo a prefeitura, será instalado um semáforo em lugar da rotatória e algumas vias do entorno terão as mãos de direção alteradas.
A assessoria da Semop garantiu também que o obelisco, que marcou a duplicação da avenida em 1993 será mantido no local. De acordo com o projeto apresentado pela Semop, os condutores de veículos que seguem pela Av. Paula Leite, sentido centro-bairro, terão passagem livre em duas faixas. Já a terceira faixa da esquerda deverá ser utilizada pelos motoristas que forem acessar a Rua dos Indaiás, cujo acesso será controlado pelo semáforo.
Para os condutores que estão na avenida, sentido bairro-centro, o acesso à Rua dos Indaiás será livre na terceira faixa da direita. Quem for seguir pela avenida deverá permanecer nas duas faixas da esquerda, passando pelo semáforo. E os veículos que circulam pela Rua dos Indaiás também terão acesso livre para a Paula Leite, sentido bairro-centro, na faixa da direita. Por fim, a faixa do meio será destinada aos que pretendem acessar a avenida sentido centro-bairro, com o ordenamento do semáforo.
Mudanças
A Rua Eurico Primo Venturini, que hoje tem mão dupla, passará a ter mão única no sentido Rua dos Indaiás, porém, somente na primeira quadra. E a Rua Eugênio Curti (onde está a Igreja dos Mórmons), que antes era mão única, passará a ter dois sentidos de direção.
Para o arquiteto urbanista Johnny Toledo, toda mudança incomoda, já que as pessoas normalmente são resistentes às alterações em sua rotina. "Nossa cidade está passando por alterações, está crescendo e se modernizando. Novas demandas surgem e a mobilidade urbana está inserida neste processo. As antigas rotatórias não atendem mais às necessidades do tráfego urbano, com fluxo mais intenso", argumenta.
"A recomendação que faço é com relação à informação e o acompanhamento dos agentes de trânsito na educação e orientação a motoristas e pedestres, até que todos estejam adequados à nova rotina", conclui Johnny.

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • GOSTO SE DISCUTE
  • DEPOIS DAQUELA MONTANHA
  • A NOIVA
  • A MENINA ÍNDIGO
  • THOR: RAGNAROK
  • TEMPESTADE: PLANETA EM FÚRIA
  • BIG PAI, BIG FILHO
  • PICA-PAU
  • HISTORIETAS ASSOMBRADAS: O FILME
  • CINECLUBE - UMA MULHER FANTÁSTICA
  • AS AVENTURAS DO CAPITÃO CUECA
  • A COMÉDIA DIVINA
  • COMO SE TORNAR O PIOR ALUNO DA ESCOLA