Publicado em: 09/11/2017 12h22 - Atualizado em 13/11/2017 10h18

Erak vence "Psicopata" e mantém o cinturão

Atleta defendeu o título que conquistou em junho, na 53ª edição do Aspera FC

Anieli Barboni
O atleta de MMA Gustavo Erak, de Indaiatuba, permanece dono do cinturão da categoria Peso Galo (61 kg) do Aspera FC, após defender o título no sábado, 4, em luta contra Pedro Henrique "Psicopata". Desafiado pelo adversário, Gustavo venceu por nocaute técnico no primeiro round, na 58ª edição da competição, que aconteceu no município de Gaspar, em Santa Catarina.
Erak defendeu o título que conquistou em junho, na 53ª edição do Aspera FC, ao entrar no ringue com Wellington Kakaroto, que era dono do título desde 2013, e ganhar no segundo round por nocaute técnico. No sábado, o atleta defendeu pela primeira vez o cinturão encarando, segundo ele, um lutador resistente, especializado em aplicar com contundência socos, chutes, cotoveladas, joelhadas e cabeçadas. "Essa luta prometia muito porque não só era a minha primeira defesa de título, mas também porque o Pedro Psicopata é um lutador muito duro e striker (atacante). Mas eu estava bem preparado e focado, então o resultado não poderia ser outro, senão a vitória. O local estava transbordando de pessoas torcendo e isso foi muito bacana", conta o atleta.
O atleta conta que seu adversário tinha como especialidade a mesma arte marcial que ele. "Entrei muito focado porque meu adversário também pratica muay thai e sabia que a qualquer momento podia sair no nocaute. Comecei a luta movimentando e achando a distância para conectar os meus golpes sem me arriscar muito. Ao decorrer da luta me senti confiante e em um determinado momento apliquei dois tipos de socos, Jab e Direto, deixando o Pedro atordoado, ou como chamamos no MMA, nocauteado em pé. Aproveitei a oportunidade dando mais dois socos, Cruzado e Direto, o que derrubou ainda mais ele, apesar dele ser bem resistente e tentar até o fim permanecer de pé. A árbitra percebeu que ele já não tinha mais condições de combate e encerrou a luta", relata.
A conquista do cinturão significa para atleta um passo mais perto do UF. "Ao conquistar o cinturão sabia que aliuma nova jornada se iniciaria. A categoria peso Galo é uma das mais disputadas no mundo, ainda mais no Aspera, que é o maior evento da América Latina. Então, era certeza absoluta que grandes atletas do Brasil iriam me desafiar", comenta Erak, que encerrou sua temporada de 2017 com a luta do dia 4. "Agora é focar 2018, que será o ano de muitos desafios e tenho certeza que 2018 minha oportunidade de lutar no UFC vai chegar e vou poder mostrar para o mundo o meu potencial", almeja.
Erak, que também é professor de muay thai do Clube 9 de Julho, começou a participar de competições de MMA aos 20 anos de idade e coleciona 18 vitórias, das quais 12 foram por nocautes. O atleta treina muay thai desde os 17 anos de idade e recebeu a graduação preta, que o qualifica como professor, do Grão Mestre Paulo Nikolai, um dos grandes nomes do esporte no Brasil. Além da modalidade, o lutador ainda é faixa roxa em jiu-jitsu, combinando habilidades das duas artes marciais no ringue.
O atleta 
Gustavo Erak venceu seu adversário por um nocaute técnico no 
Aspera FC O atleta Gustavo Erak venceu seu adversário por um nocaute técnico no Aspera FC (Crédito: Fotos: Divulgação)
gustavo gustavo (Crédito: Divulgação)

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • GOSTO SE DISCUTE
  • DEPOIS DAQUELA MONTANHA
  • A NOIVA
  • A MENINA ÍNDIGO
  • THOR: RAGNAROK
  • TEMPESTADE: PLANETA EM FÚRIA
  • BIG PAI, BIG FILHO
  • PICA-PAU
  • HISTORIETAS ASSOMBRADAS: O FILME
  • CINECLUBE - UMA MULHER FANTÁSTICA
  • COMO NOSSOS PAIS
  • O FILME DA MINHA VIDA
  • POLÍCIA FEDERAL: A LEI É PARA TODOS
  • MALASARTES E O DUELO COM A MORTE
  • DUAS DE MIM
  • BINGO: O REI DAS MANHÃS
  • DIVINAS DIVAS
  • DOIDAS E SANTAS
  • UM TIO QUASE PERFEITO
  • DIVÓRCIO
  • CHOCANTE
  • DETETIVES DO PRÉDIO AZUL (D.P.A.) - O FILME
  • A COMÉDIA DIVINA
  • COMO SE TORNAR O PIOR ALUNO DA ESCOLA