Publicado em: 26/03/2018 15h25 - Atualizado em 26/03/2018 16h19

Duas mulheres são mortas em menos de duas horas

Uma foi atropelada pelo marido, e a outra, esfaqueada pelo ex-namorado

Da Redação
Reprodução Facebook Sabrina discutia com o marido e foi morta após sua festa de aniversário
Duas mulheres foram mortas em Indaiatuba no final de semana em menos de 24 horas. Os casos ocorreram na noite de 24 de março (sábado); um foi em condomínio no bairro Chácaras do Mosteiro e o outro, na Vila Brizola.
Sabrina do Amaral Vecchi iria completar 40 anos no dia 25 de março, mas, uma forte discussão com o marido depois de sua festa de aniversário terminou em um atropelamento que tirou sua vida. De acordo com a Guarda Civil, o casal foi visto brigando, após cada um descer de um veículo. Em seguida, o homem entrou na caminhonete e Sabrina se colocou na frente, bastante nervosa, quando seu marido, acelerou e a atingiu em cheio.
Ela foi socorrida e encaminhada ao Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), mas não resistiu. Imagens do circuito interno do condomínio registrou a ação, e o marido agressor foi preso em flagrante. Testemunhas também afirmaram que ele estava alcoolizado, fato que ficou confirmado no exame de dosagem alcoólica.
Facadas
Em outro ponto da cidade, outra mulher, Maria Rosemi dos Santos, 42 anos, foi agredida a facadas pelo ex-namorado. Tudo começou porque o autor do crime viu Maria conversando com uma pessoa, próximo à residência dela. Guardas civis que atenderam à ocorrência foram informados por testemunhas de que o homem começou a discutir com ela ainda na rua e a ameaçou, com a faca na mão. A vítima, então, correu para casa, mas foi alcançada pelo ex-namorado, que efetuou os golpes.
Ele tentou fugir do local, mas foi detido por populares, que o atingiram com tacos de sinuca. Devido aos ferimentos, ele foi encaminhado ao Haoc, onde permanece internado em estado grave, sem previsão de alta. Maria, porém, recebeu atendimento no hospital, mas também não resistiu aos ferimentos e morreu logo em seguida.
O autor das facadas permanece preso e custodiado por policiais militares no Haoc, até que receba alta médica. Em seguida, será encaminhado à cadeia pública de Campinas.
Em ambos os casos, os agressores respondem por feminicídio (crime contra a mulher/sexo feminino), conforme inclusão VI no artigo 121, parágrafo 2º, do Código Penal.

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • PEDRO COELHO
  • CÍRCULO DE FOGO: A REVOLTA
  • CINECLUBE - EM PEDAÇOS
  • TOMB RAIDER: A ORIGEM
  • MARIA MADALENA
  • OS FAROFEIROS
  • PANTERA NEGRA