Publicado em: 13/04/2018 11h02 - Atualizado em 16/04/2018 14h58

ASPMI tem nova diretoria para o quadriênio

Segundo presidente, sanar dívidas é maior prioridade; potencializar eventos é outro objetivo

Fábio Alexandre
Eliandro Figueira Integrantes da nova diretoria da ASPMI: criação de plano diretor como maior desafio
Nos dias 28 e 29 de março, 2.295 servidores públicos foram às urnas fixas e itinerantes espalhadas em unidades de educação e saúde, secretarias e autarquias para eleger a nova diretoria executiva da Associação dos Servidores Públicos Municipais de Indaiatuba (ASPMI). A Chapa 2 foi a vencedora, com 1.455 votos, contra 764 da Chapa 1 e outros 76 brancos e nulos. A Tribuna conversou com Luis Zanetti, novo presidente da associação, sobre os desafios para os próximos quatro anos.
"O grupo que daria forma à Chapa 2 começou a se reunir cerca de 40 dias antes das eleições porque acreditamos que os rendimentos da ASPMI não estavam sendo administrados como deveriam", afirma Luis, funcionário do Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae). "Sem falar que os associados não conseguiam usar o clube de campo, que estava meio largado".
Luis lembra que qualquer integrante da Chapa 2 poderia estar na presidência. "Começamos a nos reunir e o grupo chegou ao consenso que eu deveria ser o presidente, mas qualquer um poderia ser", enfatiza. "Em 40 dias, fizemos 85 reuniões em locais diferentes, como escolas, postos de saúde e autarquias".
Após a vitória, os pilares da campanha começam a ser colocados em prática. "Hoje, contamos com cerca de 5 mil associados diretos, sem contar seus dependentes, e parcerias com 350 lojas de diversos segmentos, onde todos podem usar seu cartão de compras", afirma Luis. "Temos também convênios com dois bancos, com a possibilidade de crédito consignado".
A nova diretoria assumiu no último dia 3. "Deparamos com algumas dificuldades e a prioridade é sanar as dívidas da ASPMI, de acordo com as nossas possibilidades", aponta o presidente. "Ainda estamos atualizando a contabilidade da associação e os contratos em vigência. Em um primeiro momento, queremos trocar o piso do salão social e da churrasqueira do clube de campo. Obras pequenas, de custo baixo".
A Chapa 2 mira seu maior desafio: a criação de um PlanoDiretor para os próximos dez anos. "Queremos ouvir os associados e a partir do ano que vem começar a planejar uma nova piscina e salão social", adianta Luis. "Mas esse crescimento deve ser ordenado, por isso, vamos pensar para o futuro."
Eventos
Outra tarefa é potencializar o calendário de eventos. "Festas tradicionais como do dia das crianças, das mães e dos funcionários públicos, além do Natal e a colônia de férias, serão mantidas" informa. "Queremos realizar noites temáticas com muito samba e pagode, sertanejo, flashback e muito mais."
No entanto, novidades devem surgir apenas em 2019. "Este ano, temos algumas restrições. O calendário do salão social para 2019 será liberado em junho deste ano, então poderemos planejar melhor. Para 2018, a agenda ainda é da gestão passada", explica o novo presidente. "O desafio é criar atrativos para retomem aquela vontade de estar na ASPMI".
Luis comenta a relação com a Administração Municipal. "Queremos trabalhar juntos e quanto mais conseguirmos isso, melhor para os dois lados", aponta. "Em toda mudança de comando, é preciso reunir pessoas de boa índole para cuidar e manter a associação em pé".
A sede administrativa da ASMPI fica na Rua Padre Bento Pacheco, 736 (Centro). Mais informações pelos telefones (19) 3835-7460, 2516-4772 ou 2516-4233 ou então no www.aspmi.com.br.

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • RAMPAGE: DESTRUIÇÃO TOTAL
  • UM LUGAR SILENCIOSO
  • COM AMOR, SIMON
  • ASSISTA MULHERES - MUDBOUND: LÁGRIMAS SOBRE O MISSISSIPI
  • JOGADOR Nº1
  • NADA A PERDER
  • CÍRCULO DE FOGO: A REVOLTA
  • OS FAROFEIROS
  • PANTERA NEGRA