Publicado em: 04/07/2018 15h03 - Atualizado em 06/07/2018 14h13

Dupla é flagrada em tentativa de golpe em caixa eletrônico

A agência do Santander na Rua Candelária (Centro) foi
alvo da ação de golpistas no último sábado (30). Dois indivíduos foram flagrados instalando um dispositvo nos
caixas eletrônicos, o qual permitia o furto de dinheiro de contas bancárias.
A equipe do Centro de Operações e Inteligência (COI) da Guarda Civil foi acionada para atender à ocorrência, e os suspeitos da ação foram conduzidos à delegacia. Para a prática do golpe, eles utilizaram-se de um veículo Renault Duster vermelho, com placas de São Paulo; e em seu interior os policiais encontraram a quantia de R$ 10.090 em dinheiro. Eles não apresentaram provas da procedência desse valor.
Além do dinheiro, a guarnição também localizou no veículo duas folhas com uma lista de endereços de agências bancárias (o que poderia indicar os locais de futuros golpes planejados pela dupla); uma garrafa pet cortada; cinco segmentos de plástico retirados de caixa eletrônico e uma tesoura escolar. Com os golpistas havia ainda quatro cartões de crédito e um cartão bancário (em nome próprio). Tudo foi apreendido.
Os suspeitos são do bairro de Itaquera, em São Paulo, sendo um gráfico, de 33 anos, e o outro, designer, de 39 anos - este, inclusive, teve de ser algemado pela Guarda, devido à reação mais violenta.
Dispositivo
O golpe consiste em inserir um dispositivo (de plástico) nas teclas do caixa eletrônico da agência, com o objetivo de travar qualquer operação. O cliente, então, desiste e cancela o procedimento, se dirigindo a outro terminal. Neste momento, o golpista se aproxima e oferece ajuda; como o tal dispositivo já captou a digital da vítima, os criminosos a utilizam para sacar o dinheiro da conta.
Apesar da intenção do golpe, não foi registrado na delegacia nenhum furto de envelopes depositados, nem de valores das contas da agência. Apenas uma vítima compareceu à delegacia e reconheceu os dois, por crime ocorrido em 20 de junho de 2018.
Os indivíduos foram indiciados por tentativa de furto. Diante dos fatos, ficou entendido que houve apenas atos preparatórios de crime de furto qualificado, sem que tivesse início a execução do ato em si. Segundo o Direito Penal Brasileiro, é impedida a punição de atos meramente preparatórios; portanto, ambos seguem sendo só investigados.

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • HOMEM-FORMIGA E A VESPA
  • MULHERES ALTERADAS
  • DO JEITO QUE ELAS QUEREM
  • OS INCRÍVEIS 2
  • JURASSIC WORLD: REINO AMEAÇADO
  • CINECLUBE - A MORTE DE STALIN