Login |

HomeNotíciasCultura e Lazer › O Impossível conta história real de sobreviventes de tsunami
O Impossível conta história real de sobreviventes de tsunami
Longa chega ao País após bater recordes de bilheteria na Espanha
Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Atualizado em 26/12/2012 às 16h44Publicado em 21/12/2012 às 15h20Adriana Brumer Lourencini - adriana@tribunadeindaia.com.br
Filme espanhol chega aos Estados Unidos e ao Brasil neste final de semana
DivulgaçãoFilme espanhol chega aos Estados Unidos e ao Brasil neste final de semana
Estreia nesta semana nas salas do Topázio Cinemas em Indaiatuba o longa metragem O Impossível. O filme espanhol baseado na história verídica de uma família sobrevivente a uma tsunami no ano de 2004, no sudeste asiático, conta com direção de Juan Antonio Bayona (mesmo de O Orfanato).

O Impossível bateu recordes na Espanha, arrecadando 10,3 milhões de euros, com 1,4 milhão de ingressos vendidos no final de semana de estreia, superando o recordista anterior, Piratas do Caribe 3, de 2007.

O filme vem sendo destacado pelas cenas debaixo d’água que impressionam e ao mesmo tempo assustam o público. Com isso, vem sendo comparado ao longa Tubarão, um clássico de Steven Spielberg. O longa saiu aclamado dos festivais de Toronto e San Sebastian, onde o realismo das cenas fez algumas pessoas passarem mal durante as sessões.

O diretor Bayona rodou a produção com orçamento totalmente espanhol de 30 milhões de euros. Contudo, o filme é falado em inglês e traz no elenco os astros de Hollywood Ewan McGregor (de A Toda Prova e Amor Impossível) e Naomi Watts (de A Casa dos Sonhos e Blonde). As filmagens foram divididas entre a região espanhola de Alicante e a Tailândia, na Ásia.

Enredo
Na trama, Maria (Nao-mi Watts), Henry (Ewan McGregor) e seus filhos tiram férias na Tailândia. Enquanto desfrutam o paraíso tropical da região asiática, na manhã do dia 26 de dezembro de 2004, toda a tranquilidade vai embora junto com as águas do mar. A família que descansava ao redor da piscina ouve um rugido apavorante que sobe a partir do centro da terra. Uma enorme parede de água surge em direção à família colocando a vida de todos em risco.

No meio do caos da tragédia, os quatro se separam e nesse momento se inicia uma luta pela sobrevivência e pela reunião da famíla.

Richard Gere estrela filme de drama A Negociação
Richard Gere em A Negociação vive situação delicada com a filha Brooke
DivulgaçãoRichard Gere em A Negociação vive situação delicada com a filha Brooke
O magnata Robert Miller é vivido por Richard Gere no longa A Negociação. O filme estreia neste final de semana no Topázio Cinemas do Polo Shopping.

A Negociação se desenrola com o propósito de mostrar que ao contrário do que se esperava, a crise financeira mundial não deixou as pessoas menos gananciosas, apesar de toda a sede pelo dinheiro fazer tanto mal a muitas pessoas. Passados alguns anos, o que se vê é que os responsável pela crise estão mais ricos do que nunca e que ninguém foi punido.

A Negociação tem direção de Nicholas Jareck e foi exibido no Festival do Rio e ainda no Sundance Festival. Na trama, Robert Miller (Richard Gere, de Uma Linda Mulher e Dança Comigo?) tenta concluir a venda de sua empresa de forma desesperada, situação que só é entendida pelo telespectador até que o filme revela que há um buraco na contabilidade da empresa.

Para piorar a situação do protagonista, o respeitável pai de família, casado com Ellen (Susan Sarandon, de Face Oculta), com quem tem Brooke (Brit Marling, de A Outra Terra), qualificadíssima para tocar os negócios, está tendo um caso com uma jovem galerista francesa (Laetitia Casta, de Gainsborg, O Homem que Amava as Mulheres).

A situação piora ainda mais quando, pressionado pela amante, ele sai para uma viagem de final de semana que termina com a morte da moça num acidente de carro. A partir daí, o magnata usa do seu poder financeiro para se dissociar do acidente, limpar os números da empresa e tentar se safar. Contudo, seus planos podem tomar outro rumo depois que um investigador começa a trabalhar para tentar descobrir o verdadeiro culpado pela morte da jovem.

Comédia Quatro Amigas e Um Casamento chega às telonas
Menos popular consegue casamento para insatisfação de suas “amigas”
DivulgaçãoMenos popular consegue casamento para insatisfação de suas “amigas”
Um dos filmes em cartaz no Topázio Cinemas do Shopping Jaraguá neste final de semana é a comédia Quatro Amigas e Um Casamento.

O filme mostra três ex-populares garotas do colégio que foram convidadas para serem damas de honra da garota menos popular da turma, que acaba de ficar noiva de um dos solteirões mais cobiçados de Nova York. Elas decidem aceitar o convite para se divertirem um pouco com a situação mas acabam se deparando com muito mais.

O longa marca a estreia de Leslye Headland na direção de um filme. Com roteiro da própria diretora, Quatro Amigas traz Becky (Rebel Wilson, de Missão Madrinha de Casamento) como uma das quatro amigas do título, cujos laços são postos à prova ao longo da trama.

Prestes a se casar, ela convida a certinha e perfeccionista Regan (Kirsten Dunst), a loser e debochada Gena (Lizzy Caplan) e a vulgar e desmio-lada Katie (Isla Fisher), para serem suas damas de honra. Suas “amigas”, porém, não acreditam que mesmo ela sendo gordinha conseguiu arrumar um marido bonito, honesto e bem-sucedido, façanha a que as outras sequer chegaram perto.

A intenção do filme foi tentar fazer um contraponto feminino a comédias de sucesso recente como Se Beber, Não Case e O Virgem de 40 Anos, que tinham como principal atrativo a abordagem franca e escrachada dos dilemas masculinos.

As Aventuras de Pi atenta para preservação dos tigres
Adolescente e tigre são os únicos a se safarem de naufrágio
DivulgaçãoAdolescente e tigre são os únicos a se safarem de naufrágio
A novidade entre os filmes de aventura nos cinemas brasileiros neste final de semana é o longa As Aventuras de Pi. A trama foi baseada no best-seller de Yann Martel (2001), e conta a aventura da família de Pi, 17 anos, que saiu de Pondicherry (sul da Índia) com os animais do zoológico com destino ao Canadá, onde uma nova vida os aguardava.

Contudo, o destino do adolescente foi completamente modificado com o naufrágio dramático do navio em pleno oceano. Ele e um tigre feroz são os únicos sobreviventes e passam a compartilhar o mesmo bote salva-vidas. O jovem tenta adestrar o tigre para que ele não o mate.

A temática do filme chama a atenção para a vida real na qual os tigres de bengala, raça mostrada no filme, lutam para sobreviver. A caça da raça de felinos continua grande devido ao aumento na demanda pelo tigre no mercado negro, particularmente no Leste da Ásia e especialmente na China, onde os ossos do animal são usados na medicina tradicional.

O grupo de defesa dos direitos dos animais (Peta) espera que o filme atraia a atenção do público sobre o alarmante declínio da população de tigres.

De acordo com o último censo, restam hoje na Índia apenas 1.706 tigres, quase a metade da população mundial. Contudo, em 1947, data da independência da Índia, o país tinha uma população de 40 mil tigres.

Desde o início de 2012, a Índia registrou a morte de 58 tigres, de acordo com Tigernet, o site oficial da Autoridade Nacional para a Proteção dos felinos.
Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Comentários (0)