HomeNotíciasPolícia › Policial militar é atingido com tiro no olho
Policial militar é atingido com tiro no olho
Morador em Campinas foi atingido por disparo de uma pistola P-40 no final da tarde de domingo
Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Atualizado em 10/11/2010 às 17h24Publicado em 08/11/2010 às 18h29Manoel Miranda - redacao@tribunadeindaia.com.br
Um dos tiros disparados por um dos indivíduos envolvidos, acertaram o veículo em que estava o policial
Ricardo MirandaUm dos tiros disparados por um dos indivíduos envolvidos, acertaram o veículo em que estava o policial
O policial militar Júlio César Ferreira, morador em Campinas, foi atingido por um tiro de pistola P-40 no olho esquerdo no final da noite de domingo, dia 7. A vítima foi ferida após troca de tiros num roubo no quilômetro 55 da Rodovia Santos Dumont (SP-75), na altura do acesso ao bairro Itaici. O PM estava de folga.

Acompanhado do PM, o segurança Celso Corat Junior, de 46 anos, também residente em Campinas, dirigia um Fox preto e foi levado como refém num Honda Civic prata e, posteriormente, foi abandonado em um canavial em Monte Mor. O segurança contou que após duas horas de caminhada, chegou ao bairro Vida Nova, em Campinas, onde pediu ajuda aos PMs. Ele teve o telefone celular e o GPS levado pelos criminosos.

Segundo ainda informações de Junior, ele estava no quilômetro 55 da SP-75, quando foram abordados por três indivíduos, ocupantes de um Honda Civic, os quais se identificaram como policiais federais. No momento da abordagem, o PM se identificou como policial. Armado com fuzil, um dos indivíduos colocou uma blusa na cabeça do segurança e o obrigou a sair do carro e foi colocado no Honda Civic. No momento em que fazia a troca de veículo, o segurança disse ter ouvido um barulho de tiro, mas não presenciou o policial sendo alvejado.

Versão
Os policiais do Setor de Investigação Geral (SIG) apuram outra versão do caso. De acordo com o segurança, horas antes ele estava com o policial militar no Indaiá Fest, evento que aconteceu no último domingo, na mesma localidade onde ocorre a Festa do Peão de Indaiatuba. Ao sair do local, foi abordado pelos homens fortemente armados, que perguntavam pelo dinheiro da festa, mas nada de valor foi levado.

Pelo fato de terem sido encontrados dois HTs (rádios de comunicação), dois pentes de pistola P-40 e rádio Nextel, a Polícia Civil trabalha com a possibilidade de que o PM e o segurança estivessem prestando serviços no evento. A arma do soldado foi encontrada engatilhada próximo ao barranco do outro lado da rodovia, com a possibilidade do policial ter sido atingido com a própria arma.
Ferreira foi socorrido pela unidade de resgate da concessionária Rodovias das Colinas e levado ao
pronto-socorro do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc).

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o policial chegou consciente e calmo, foi medicado, passou por exames de raio X e outros procedimentos. Em seguida, a vítima foi levada ao Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde ficou hospitalizado.
Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Comentários (0)