Login |

HomeNotíciasPolícia › Barbeiro é encontrado morto em matagal
Barbeiro é encontrado morto em matagal
Homem de 44 anos entrou em contato com a redação da Tribuna antes de tirar a própria vida
Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Atualizado em 06/06/2011 às 12h59Publicado em 06/06/2011 às 12h57Manoel Miranda - redacao@tribunadeindaia.com.br
Barbeiro se enforcou e corpo ficou por cinco dias pendurado numa árvore
Álbum de FamíliaBarbeiro se enforcou e corpo ficou por cinco dias pendurado numa árvore
O barbeiro Pedro Donizete da Cruz, de 44 anos, foi à nona vítima de suicídio do ano em Indaiatuba. Ele foi encontrado enforcado em um matagal próximo à Prefeitura, no Jardim Esplanada 2, na manhã de terça-feira, dia 31 de maio, mas havia cometido o suicídio cinco dias antes. O mistério que envolveu a morte do barbeiro de 44 anos, foi desvendado, porque momentos antes de se suicidar, ele entrou em contato com a redação da Tribuna informando sobre um possível corpo que estava no matagal.

A ligação foi feita pela própria vítima do seu celular, às 8h40, de quinta-feira, dia 26 de maio. O repórter atendeu a chamada e foi informado por Cruz (que no momento não quis identificar seu nome) que havia um corpo pendurado num matagal próximo à Prefeitura. No mesmo dia, a reportagem foi até o local, mas nada foi encontrado.

O irmão da vítima Everaldo Aparecido da Cruz, de 38 anos, residente na Vila São José, chegou a registrar um boletim de ocorrência no sábado, dia 28 de maio, informando o desaparecimento do barbeiro. Ele contou que seu irmão tinha sumido há três dias e que da última vez que o mesmo foi visto, se encontrava em frente à Barbearia do Bilim, onde trabalhava.

Everaldo ainda contou que o irmão foi visto caminhando em direção a Avenida Fábio Roberto Barnabé, na marginal do Parque Ecológico. Segundo informações, antes de se matar, o barbeiro teria ligado para a ex-esposa, da qual é divorciado, dizendo que ela poderia pegar as chaves de seu veículo na barbearia, pois “Para onde ele estava indo não precisava de carro”.

Corpo de Pedro Donizete da Cruz foi encontrado em área próxima à Prefeitura
Eduardo TuratiCorpo de Pedro Donizete da Cruz foi encontrado em área próxima à Prefeitura

Relação
Antes de cometer suicídio, barbeiro de 44 anos deixou bilhete com dizeres no bolso de sua calça
ReproduçãoAntes de cometer suicídio, barbeiro de 44 anos deixou bilhete com dizeres no bolso de sua calça
Diante do sumiço do barbeiro e o registro da ocorrência, a reportagem da Tribuna cogitou a possibilidade de que o homem que fez a ligação na redação do jornal, denunciando sobre o corpo no matagal, seria o próprio barbeiro desaparecido. Foi então, que a equipe voltou ao matagal próximo à Prefeitura, mas novamente não obteve sucesso.

Ainda diante desta possibilidade, na terça-feira, o irmão da vítima compareceu na redação do jornal para escutar a gravação da ligação. Everaldo reconheceu que o homem que fez a ligação era seu irmão. Diante da identificação, a reportagem da Tribuna, juntamente com a Guarda Municipal e o Corpo de Bombeiros foram até o local e encontraram o corpo do barbeiro pendurado numa árvore.
No bolso da calça de Pedro Donizete da Cruz foi encontrado um bilhete com os seguintes dizeres: “Não culpo ninguém pelo que fiz. Eu cansei desta vida. Obrigado por tudo”.

O corpo da vítima passou por exames necroscópicos pelo Instituto Médico Legal de Campinas (IML), onde foi atestado como causa da morte asfixia mecânica por enforcamento. O corpo do barbeiro foi sepultado na manhã de quarta-feira, dia 1º, no cemitério Municipal Parque dos Indaiás.

Transcrição da conversa
Jornalista – Tribuna.
Pedro - Bom dia.
Jornalista - Bom dia.
Pedro - Pede para alguém passar perto da prefeitu ra, no meio do mato, tem um corpo pendurado ali.
Jornalista - Tem o quê?.
Pedro – Corpo.
Jornalista - Quem está falando?
Pedro - Não...vai lá ver, tá bom?
Jornalista - Perto da Prefeitura, de que lado mais ou menos?
Pedro - Pela mata que tem lá. Entra lá no meio.
Jornalista - Tudo bem, valeu, obrigado.
Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Comentários (0)